01

BRASIL BIOMASSA

FUNDO DE INVESTIMENTO DE ATIVO FLORESTAL

Desenvolvimento de negócios comerciais com fundo de ativo florestal e investidores nacionais e internacionais na área florestal A Brasil Biomassa trabalha com o maior fundo de investimentos de ativos florestais.   Desenvolvemos uma estratégia para disponibilizar informações com rentabilidade para os detentores de ativos florestais (madeira) e uma discussão ao fundo de investimentos.


Os fundos que investem em ativos florestais, voltados principalmente para atender a demanda de madeira da indústria, tiveram alta de 13,7% em 2016. Foram R$ 10,9 bilhões em ativos, contra cerca de R$ 9,6 bilhões no ano anterior. A projeção é que a expansão anual em 2017 seja similar, entre 10% e 15%. Com grande oferta de área disponível e condições climáticas favoráveis, o Brasil tem despertado o interesse de fundos estrangeiros que investem na plantação de florestas com fins comerciais, conhecidos como Timos (Timber Investment Management Organization). Nos últimos anos, grandes gestores têm realizado negócios no País, seja pela parceria com um sócio local ou investimentos diretos na plantação de florestas. Um dos primeiros a chegar foi a Global Forest Partners (GFP), que adquiriu as florestas da antiga Pisa no Paraná.


É o caso da gestora norte-americana Hancock Timber Resources Group (HTRG), considerado o maior Timo do mundo, com US$ 8,5 bilhões de ativos sob gestão e é proprietária de 20 mil hectares de florestas de pínus no Paraná. O RMK Timberland Group, com cerca de US$ 1 bilhão sob gestão, também tem negócios nos estados de Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Com US$ 2,5 bilhões de ativos sob gestão, o Phaunos Timber Fund deve investir US$ 150 milhões no Brasil até o final deste ano, em parceria com a Nemus.
 

Trabalhamos nas possibilidades de gerar valor com melhorias silviculturais para as empresas e conhecimento dos mercados regionais de produtores e utilizadores da madeira e a biomassa florestal.  Atualmente trabalhamos com dezenas empresas de base florestal (ativos florestais) e no processamento mecânico da madeira em Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul e da Bahia.   E também em regiões com demanda diversificada por madeira,  e com tendência por demanda das florestas plantadas e no âmbito de consumo com foco em off-takers para energia, celulose & papel e madeira sólida e de biomassa para co-geração de energia, processo de torrefação e na produção de pellets.

 

A Brasil Biomassa trabalha com o maior fundo de investimentos de ativos florestais. Desenvolvemos uma estratégia consultiva para disponibilizar informações e negócios com rentabilidade para os detentores de ativos florestais (madeira) e uma discussão técnica ao fundo de investimentos.   Trabalhamos nas possibilidades de gerar valor com melhorias silviculturais para as empresas e conhecimento dos mercados regionais de produtores e utilizadores da madeira e a biomassa florestal.  Atualmente trabalhamos com dezenas empresas de base florestal (ativos florestais) e no processamento mecânico da madeira em Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul e da Bahia. 


E também em regiões com demanda diversificada por madeira,  e com tendência por demanda das florestas plantadas e no âmbito de consumo com foco em off-takers para energia, celulose & papel e madeira sólida e de biomassa para co-geração de energia, processo de torrefação e na produção de pellets.


Nossa atuação profissional preparatória para uma avaliação ao fundo de investimento envolve a identificação do proprietário florestal, uma avaliação do inventário florestal e a assinatura de um acordo de confidencialidade.  Nosso trabalho se complementa numa avaliação técnica do ativo florestal, um estudo prévio de projeção de IMA e condições de plantio florestal e/ou cultivo, uma diligência jurídica e fundiária, uma análise do setor envolvendo os preços de madeira na região e no balanço de oferta e demanda.  Desenvolvemos também um estudo de rentabilidade baseado em possíveis consumidores.


A Brasil Biomassa prepara toda a documentação para uma análise técnica e documental para o fundo de investimentos em ativos florestais podendo atuar de forma complementar com um valuation, uma análise de receitas de venda da madeira e projeção de IMA, uma análise de custos (frete, mão de obra, insumos), um mapeamento de possível desequilíbrio entre oferta e demanda na região.


E ainda uma discussão para a venda dos ativos florestais (venda parcial ou total dos ativos florestais para investidores e fundos institucionais ou de ativos totais através de um IPO) e  da matéria-prima florestal e a biomassa residual para as empresas industriais e players comerciais na proximidade da unidade florestal ou da base industrial.


Um exemplo de atuação profissional da Brasil Biomassa foi a operação com uma grande empresa com ativos florestais em Minas Gerais.   Os seus plantios objetivaram produzir matéria-prima para conversão em energia, geração de outros produtos de valor agregado (celulose, pellets) ou aproveitamento da madeira bruta para fins diversos.


O primeiro passo foi a regularização ambiental da propriedade florestal junto ao IBAMA, IEF, IGAM (outorgas para uso de água na irrigação de plantio) e INEMA, devidamente licenciadas e em situação regular, como as respectivas autorizações (APP, RFL, DAIA, DLA, SICAR, CEFIR, CAFIR, CTF/APP, CAR, Registro da Floresta Plantada) e demais autorizações pertinentes, para o plantio efetivo. 


A unidade florestal tinha proximidade com o mercado consumidor como a  indústria de celulose Suzano, possui unidade fabril na Bahia onde a  entrega e abastecimento é feita no depósito de madeira localizado em Minas Gerais, distante em média, de até 150 km do raio das 11 propriedades, configurando benefício considerável na logística. 


As fazendas localizam-se ha cerca de 320 km do terminal marítimo de Ilhéus e 190 km do traçado projetado da futura FIOL.  A cidade de maior influência na região Vitoria da Conquista (BA) está distante 120 km do projeto.   No inventário florestal contatamos que as árvores com mais de 20 metros de altura e DAP acima de 60 cm e uma expectativa de IMA = 40m3/hectare ano. Iniciado o corte e fornecimento de madeira sem casca para a indústria de celulose, com matéria-prima de excelente qualidade e alta produtividade.


Comprovamos o volume projetado de matéria-prima florestal e também a produção de biomassa para fins de energia de 500.000 m3 ano um atrativo para os investidores. Assessoramos na venda dos ativos florestais para um fundo de investimento no Brasil.


Nossa análise setorial focada e especifica para ativos florestais, com suporte da experiência em manejo de ativos florestais.  Temos uma vivência profissional nas áreas de investimento, aproximando-se das tendências de mercado e melhorando a capacidade de negociação e diligencia nas transações.  O network no mercado florestal e industrial, aliado com a extensa plataforma técnica do acervo da ABIB Brasil Biomassa, são diferenciais na busca e monitoramento de potenciais alternativas para a venda dos ativos florestais ou de biomassa para geração de energia, e dando-nos a capacidade e controle da estratégia do negócio.
 

FUNDOS DE INVESTIMENTO

Av. Cândido Hartmann 570 24-243| Curitiba  PR| diretoria@brasilbiomassa.com.br | Tel:41-33352284 | Cel:41 9 96473481

© 2023 by BRASIL BIOMASSA E ENERGIA RENOVÁVEL

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon
  • White Twitter Icon
  • White Vimeo Icon